Informações falsas e trotes atrapalham investigação em caso de menina desaparecida

O desaparecimento de Yasmim Lorena, 12 anos, tem assombrado a população da capital potiguar. A menina está desaparecida desde o último 28 de março, quando saiu de casa, na Zona Norte de Natal, para entregar uma encomenda a uma vizinha, a pedido de sua mãe.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especial de defesa da Criança e do Adolescente (DCA). De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a polícia trabalha em várias linhas de investigação.

A polícia já ouviu mais de 15 pessoas, entre elas, suspeitos de terem relação com o desaparecimento, que continuam sendo investigados por não haverem provas suficientes para acusação.

A polícia destaca que trotes e informações falsas que circulam nas redes sociais dificultam o trabalho de investigação.

Qualquer informação relevante, e que possa contribuir para a investigação deve ser repassada para as autoridades através dos telefones:

  • Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA): (84) 3232-6184
  • Delegacia Geral da Polícia Civil (DEGEPOL): (84) 3232-4074