Roda Viva: Investigação-espetáculo

Roda Viva: Investigação-espetáculo

Compartilhe esse conteúdo

59e13d91bf876a01a3014bb9.jpg

Operação Lava Jato

O surgimento de uma primeira vítima de peso no Brasil dos efeitos da investigação espetáculo, deve servir para que a nação acorde e discuta a necessidade de lembrar a urgência de adotar a Constituição como limite, sem o risco de conivência com os alvos ou de estar atentando contra a Operação Lava Jato (e congêneres), consequentemente de estar contra a luta dos que combatem à corrupção.

O suicídio do Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, professor Luiz Carlos Concellier de Olivo, que jogou-se de um alto de um shopping center de sua cidade, depois de ter sido execrado no bojo de uma ruidosa investigação que enlameou a sua vida, seguindo o padrão que foi implantado nos últimos três anos, terminou o levando-o a acreditar ter perdido a razão de viver.

Está na hora da sociedade pensar nos direitos e garantias individuais que continuam sendo atropelados rotineiramente, começando pelo arquivamento feito pelos investigadores, da presunção de inocência de todos os cidadãos, que é característica das noções mínimas do direito mo mundo civilizado. No estado democrático de direito, os fins não podem continuar justificando os meios. O Reitor foi preso, e depois solto, sob suspeita de dificultar uma investigação. A comunidade universitária catarinense reagiu prontamente a sua morte com a decretação de luto e suspensão de todas as atividades acadêmicas e administrativas por três dias, enquanto o Conselho Universitário desagravou a sua memória e destacou aspectos de sua trajetória, desde a luta contra a ditadura em defesa do respeito aos direitos do cidadão.

No dia 14 de Setembro, o professor Cancelleir foi preso numa Operação “Ouvidos Moucos” da Polícia Federal. Ele era acusado de ter nomeado professores “que mantiveram a política de desvios e direcionamento no pagamento de bolsas de estudo”, além de ter procurado “obstaculizar as investigações internas sobre a irregularidade na gestão de recursos”. No noticiário distribuído enquanto os suspeitos estavam sendo detidos, anunciava-se um desvio da ordem de R$ 80 milhões do programa Universidade Aberta do Brasil, instituído em 2006 pelo governo federal, para capacitar docentes da rede pública, especialmente do interior. Cancelleir tinha 60 anos, era Doutor em Direito, professor desde 2005 e havia sido eleito Reitor desde o ano passado. 

O ex-senador Nelson Wendkin, no seu sepultamento, falou “numa imprensa que primeiro atira e só depois pergunta. Uma imprensa que toma como verdadeira, em princípio, a palavra da autoridade, não mediada, não contextualizada” O Jornal Nacional que deu grande destaque a sua prisão, não noticiou o seu suicídio. – Confissão de culpa? - A Ombudsman da Folha de S Paulo publicou um artigo reconhecendo os desvios do noticiário e a Rede Bandeirantes exibiu um contundente editorial em tom de mea culpa. A imprensa não pode continuar sendo mero difusor da sanha investigativa, sem questionar os investigadores, que tem tirado partido dessa convivência promíscua que não faz bem a ninguém.

Há poucos dias Natal assistiu um espetáculo acusatório voltar-se contra um Desembargador Federal que até se aposentar, havia colhido, apenas, o reconhecimento dos seus coestaduanos, até ser acusado por um réu confesso numa “delação premiada”. Só existe essa forma de investigar? Até quando os inquisitores continuarão podendo destruir reputações impunemente? – O que a Câmara está esperando para votar a Lei de Abuso de Autoridade já aprovada pelo Senado?

Dono do mandato
Considerando que “o mandato não é de uma pessoa, mas de um eleitorado”, como disse a ministra Cármen Lúcia, no seu voto, quarta-feira, a Assembléia Legislativa e a Câmara de Natal tem de se pronunciar sobre a suspensão dos mandatos de Ricardo Mota e Raniere Barbosa. A questão de Aécio – que está com seu mandato suspenso - será resolvida terça-feira, pelo Senado. Assembléia e Câmara não se mexeram no embalo do feriadão.

Estado quebrado

Nosso Rio Grande do Norte perdeu o primeiro lugar no Campeonato da gastança. Segundo o Ministério da Fazenda, o primeiro lugar é do Rio Grande do Sul que compromete 81% da sua receita total com pagamento de pessoal e encargos. Nosso RN vem a seguir com 76%.

Congresso na Escola

Com o apoio do Governo do Estado começa, nesta segunda-feira, na Escola de Governo, o 7º Congresso Internacional de Contabilidade, Custos e Qualidade do Gasto no Setor Público.

Mais discussão

Natal não consegue encerrar a discussão das ZPA´s definidas há mais de dez anos pelo seu Plano Diretor. Nesta segunda-feira haverá a terceira audiência pública para tratar da ZPA-10 que engloba a área de Mãe Luísa, que tornou-se uma “jabuticaba jurídica”, única com legislação que permite a integração de terrenos. Duas audiências haviam sido feitas sobre a ZPA 10, em 18 de Setembro e 2 de Outubro.

Mercado de trabalho

O UNI-Rn promove, ao longo da semana, um ciclo de palestras – “Carreira em Foco” – voltado para alunos de graduação e pós graduação, com início às 18 hs, sobre desenvolvimento profissional e as novas tendências do mercado de trabalho.

Fundo da Seca

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou projeto o senador José Agripino criando o Fundo de Atendimento às Situações de Emergência e de Calamidade Pública Decorrentes de Seca. A matéria segue para a Câmara dos Deputados.

Velho Diário

O acervo do Diário de Natal, de 1939 a 2012, finalmente vai estar disponível para a comunidade. Preservado pela UFRN será digitalizado, um trabalho de três anos, segundo a reitora Ângela Paiva, que tratou do assunto, quarta-feira, com o senador Garibaldi Alves.

Antes e depois

Segundo a programação da Arquidiocese de Natal, neste sábado, em Roma, a programação – “vésperas solenes” - se concentra na capela do Colégio Pio Brasileiro. Na segunda-feira o Presidente da CNBB, d. Sérgio Rocha, celebra missa de ação de graças aos novos santos da Igreja, na Basílica de São Pedro.

Saudades do Machadão

Rubinho Lemas já marcou no calendário o lançamento do seu novo livro – “Memórias Póstumas de um Estádio assassinado – Craques, jogos e saudades do Machadão” – será dia 9 de Novembro (quinta-feira) na AABB/Natal.

ZUM ZUM ZUM

  • Neste domingo começa o desnecessário Horário de Verão.
  • Tem início, neste segunda-feira, a 9ª Semana de Engenharia Química da UFRN.
  • A Mostra de Cinema Marista, na manhã deste domingo, no Cinépolis, tem sessão especial para pais e convidados.
  • Neste domingo o Brasil atinge a marca de 36 Santos nos Altares. Trinta deles do RN.
  • Carlos Eduardo embarcou sexta-feira para Roma. Lá encontrará sua concorrente Fátima Bezerra.
  • O show de Visibilidade Lésbica de Natal, com Selminha Ferrari, será neste domingo.
  • Neste domingo se comemora o Dia Nacional da Pecuária.
  • A Câmara de Natal adota novo horário de sessões a partir desta segunda-feira: das 10 hs às 14 hs.
  • Começa, segunda-feira, uma série de atividades para marcar os 60 anos do Departamento de Geografia da UFRN.