Roda Viva: Quem não se comunica

Roda Viva: Quem não se comunica

Compartilhe esse conteúdo

59e67eb3bf876a01ad9dc76e.jpg

Comércio do Alecrim tem projeto de revitalização 

A necessidade de uma intervenção da Prefeitura no comércio de rua do Alecrim, dispensa qualquer justificativa. É a chamada providência que salta à vista de quem passar pelo bairro. Desde que o prefeito José Agripino fez uma intervenção, instituindo o chamado “camelódromo”para dar organicidade a essa atividade de comércio marginal, a situação só fez piorar. A organização foi sendo substituída por diferentes acomodações ao longo de mais de trinta anos, e a Prefeitura terminou perdendo o controle da situação. O dito comércio ambulante terminou chegando ao estágio de adotar a lei da selva, onde prevalece a força do mais forte, trazendo prejuízos para todos, inclusive para os comerciantes estabelecidos.

Teoricamente – só teoricamente – ai está o cenário propício para consagrar o gestor público que resolver encarar um problema dessa magnitude, valendo lembrar que as mudanças no Alecrim, alavancaram a candidatura de José Agripino ao Governo do Estado e ainda lhe valeram o apelido de “Galego do Alecrim”.

Com o seu nome lembrado para disputar o Governo do Estado, pela mostra dos primeiros ensaios, fica claro que o prefeito Carlos Eduardo dificilmente poderá repetir a situação. Pelo menos se não houver uma radical modificação nas primeiras ações ali desenvolvidas. Um dos segredos do êxito alcançado por Agripino foi o diálogo que ele estabeleceu com os camelôs, construindo um modelo sugerido por eles, e tendo um bônus de dezenas de militantes para defender o seu nome.

A Prefeitura de Natal, no caso presente, vem perdendo – de goleada – a batalha da comunicação. Não conseguiu, ao menos, realizar uma primeira reunião com o público-alvo a ser beneficiado pela operação. Ora, se a Prefeitura não está tendo capacidade de dialogar com quem pretende beneficiar diretamente, imaginem o resultado que pode esperar com o restante da população?

Mas, pelo pouco que se sabe, o projeto para o Alecrim vai muito além da ordenação do comércio ambulantes, com uma relocalizações dos camelôs. Existe um grupo empresarial agindo paralelamente e prometendo investir pesado no fortalecimento do comércio popular. O problema começa que, nesse importante ítem, também a Prefeitura não conseguiu ainda explicar o que pretende fazer. Afinal de contas, que parceiro é esse? Como ele entrou no jogo? Qual a credencial apresentada para merecer um tipo de apoio raro, inclusive para grupos locais que decidiram investir em Natal (lembram as dificuldades colocadas – inclusive pela Prefeitura - para o grupo Guararapes construir o Midway, um dos maiores shoppings do Brasil?).

Até aqueles que acreditam que chegou a hora do Alecrim, sentem a necessidade de serem melhor informados sobre dois aspectos distintos: 1 – Quais as mudanças que atingirão diretamente os comerciantes ambulantes que já estão no pedaço? 2 – Qual será a participação de um grupo empresarial que tem aparecido em ações paralelas voltadas para o mesmo segmento?

Cumprindo o seu quarto mandato como Prefeito de Natal, o sr. Carlos Eduardo Alves representa uma história de sucesso, sobretudo pelos altos índices de aprovação que vem acumulando. Mas todo esse acervo pode não resistir a uma ação desastrada, sobretudo não sendo convenientemente explicada ao natalense.

Nossa energia
No último leilão da compra de energia futura do Governo do Estado, previsto para Dezembro, o nosso RN aparece bem na foto. Está com mais de trezentos projetos cadastrados. São 237 para a geração de energia eólica, com capacidade de geração de 6.6 giga-watts, além de 89 projetos de energia foto voltaica (solar) e capacidade de geração de 2.2 giga-watts.

Invasão chilena

Natal está recebendo, desde segunda-feira, 60 oficiais da Força Aérea de Chile, que vieram participar de um programa de cooperação com a FAB para treinamento, no CATRE, para se tornarem pilotos militares.

Verba assegurada

No meio de uma grita geral contra o corte de recursos do Governo Federal, nossa UFRN está sendo contemplada com uma nota de R$ 11 milhões para compras de equipamento para o Hospital Gizelda Trigueiro, negociados pela reitora Ângela Cruz com o ministro Ricardo Barros.

Os parentes

O repórter José Maria Mayrink, d´O Estado de S Paulo, encontrou, domingo, no Vaticano, o neto em 12º grau de dois dos Santos que haviam chegado aos altares: João Lustau Navarro e Antônio Vilela Cid. Quem se apresentou com tal foi Sebastião Morais, 69 anos, aposentado, de Jardim do Seridó.

Discutir a inspeção

O Tribunal de Contas tem uma reunião extraordinária convocada para a tarde de hoje a fim de examinar um tema polêmico. O exame da inspeção extraordinária na gestão de precatórios do Tribunal de Justiça do Estado.

Intercâmbio é negócio

Uma gigante do setor de turismo, a CVC traz para Natal uma nova operação, que atua na área de Intercâmbio Cultural, a Experimento, que já tem 46 lojas em todo o Brasil, e uma em Natal, através do sistema de franquia.

Digital X Analógico

Qualquer Juiz de Direito do Estado, do seu computador, consegue bloquear qualquer conta no sistema bancário por comando digital. Mas o Tribunal não conseguiu estornar a conta de nenhum Juiz, determinada pelo Conselho Nacional de Justiça, de pagamentos retroativos do auxílio moradia. A determinação foi feita por ofício.

Educação Financeira

Diante de pesquisas que apontam o alto índice de endividamento das famílias do RN, o Conselho Regional de Economia, inicia, uma serie de palestra do Programa de Educação Financeira. Hoje, para o pessoal do DETRAN. Sexta-feira, no Tribunal de Justiça.

Rumo a Tóquio

O norte-rio-grandense Paulo Wanderley, confirmado como substituto de Artur Nuzman no Comitê Olímpico, é quem vai cuidar da delegação do Brasil nos Jogos de Tóquio. Wanderley fez carreira no Espírito Santo e chegou a presidente da Confederação de Judô.

ZUM ZUM ZUM

  • A Assembléia homenageia, hoje, às 9 hs, o centenário do Instituto de Proteção e Assistência à Infância, mantenedor do Hospital Infantil.
  • Às 18h30 a Câmara de Natal realiza sessão semelhante.
  • Na CasaCor, hoje, tem o show de Wagner Tiso, no chamado Elemental Garden.
  • Direito de pergunta: - O que a Prefeitura de Natal espera para desistir de mexer no trânsito da av. Afonso Pena?
  • Hoje é o Dia do Médico.
  • A Escola Agrícola de Jundiaí realiza, hoje, e todas as quartas feira para a venda de pequenos produtores
  • Lei Estadual reconhece o Município de Patu como “Capital Potiguar do Vôo Livre”.
  • ”A matemática está em tudo” é tema do ciclo de palestras que a UFRN promove, no dia de hoje.
  • Completa 75 anos, hoje, do início da construção da Policlínica do Alecrim.