Roda Viva: Um zero a menos

Roda Viva: Um zero a menos

Compartilhe esse conteúdo

59e51f45bf876a01ad9dacc1.jpg

Semsur, alvo de investigação

A manhã do último dia 24 de Julho, em Natal, começou com uma intensa movimentação que teve sua face mais visível na área externa da Câmara Municipal, com os carros de polícia atraindo cinegrafistas e fotógrafos para cobrirem uma grande Operação desenvolvida pelo Ministério Público, que havia identificado uma quadrilha que afirmou atuava desde 2013 na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e tinha, como chefe, o vereador Raniere Barbosa, presidente do Legislativo Municipal. A Operação começou com a expedição de 29 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão, sendo 13 temporárias e duas preventivas.

Mantido o ritual que vem sendo adotado pelo figurino da “investigação-espetáculo”, uma “coletiva de imprensa” (com direito a Power Point – padrão Delagnol - no telão), instantes depois detalhava a razão daquela movimentação toda, inclusive com a divulgação – com a precisão de centavos – do montante que havia sido surrupiado dos cofres municipais:- R$ 22.030.046.06. Foi explicado pelos responsáveis pela investigação que, a “organização criminosa” tinha um núcleo empresarial, formado por empresas com sedes em Recife, Jaboatão dos Guararapes, Fernando de Noronha e Olinda, grupo que passou a controlar todas as licitações feitas em Natal (e em outras cidades do Interior) e um núcleo política administrativo que gerenciava os recursos da Taxa de Iluminação Pública, cobrada diretamente na conta de luz, que eram geridos diretamente na SENSUR.

O presidente da Câmara Municipal, que despontava como uma das “novidades” da política potiguar, não teve sua prisão solicitada, mas foi afastado do cargo que ocupava na mesa diretora e teve seu mandato suspenso. Independente do que venha a ser apurado, o projeto político de Raniere, nessa altura, já está muito comprometido. Ele não teve o direito a presunção de inocência nem a apresentar defesa.

Como foi dito que a “organização criminosa” trabalhava com a cobrança de “propina” de 30% sobre os contratos, deu para sentir que a precisão dos promotores sobre o total de recursos desviados louvou-se, apenas, no que os contadores chamam de conta de padaria. Somou-se o total dos contratos firmados e levantou-se o total de 30% para estabelecer o dinheiro desviado. Deu R$ 22.030.046.06.

Como o padrão da “denúncia-espetáculo” é de levar as investigações sob segredo de Justiça, depois da feérica coletiva de imprensa que permite de uma vez só que seja apresentada uma primeira acusação, e o denunciado já saia condenado, antes mesmo de apresentar a sua defesa, poupando o Juiz do constrangimento. Foi o que aconteceu. No caso do presidente da Câmara, antes mesmo dele ser formalmente denunciado, começou a sofrer punição com a suspensão do mandato conquistado com 10.510 votos - sendo o mais votado de Natal.

Depois de 72 dias, com a formalização da denúncia em juízo, o total dos recursos desviados encolheu. Encolheu muito. Em vez de 22 milhões, os promotores denunciam um roubo de R$ 2.179.327,66. O que não é pouco; porém é dez vezes menos. O que, por si só, não tem força para que o caso não deva ser investigado, ou os culpados não sejam punidos; pelo contrário. Porém é um dado que, por si só, é capaz de exigir muita cautela em cada ponto da denúncia examinado daqui pra frente. E mostra a desproporção entre a ação criminosa denunciada e a realidade. Um retrato da falta de cuidados de muitos investigadores na hora de enlamear reputações. - Afinal, é só um zero a menos...

Amanda eleita
A ex-vereadora Amanda Gurgel, mesmo tendo sido a segunda mais votada na última eleição, com um total de 8.002 votos, não ficou nem na suplência. Seu partido, o PSTU, não alcançou o quociente eleitoral e seus votos ajudaram a eleição de candidatos de outros partidos. Com a “meia-sola” aprovada agora pelo Congresso ela teria sido eleita, porque, a lei assegura que na divisão das “sobras” participem todos os partidos concorrendo a divisão das cadeiras em disputa em igualdade de condições, o PSTU conquistaria uma. Igual a Luciana Genro do PSOL do RS.

Emendas coletivas

A bancada federal do Estado se reúne, na tarde de hoje, em Brasília, com representantes do Governo do Estado e Prefeituras para definir as obras federais no RN que vão receber as chamadas emendas coletivas, num total de R$ 162 milhões.

Vagas na universidade

A Universidade Federal definiu o numero de vagas para 2018, nos seus diversos cursos que serão oferecidos para preenchimento pelo SISU (Sistema de Seleção Unificado/Enem): - 6.923; sendo 4.639 no 1º semestre e 2.284 no segundo.

Legado da festa

Dessa 55ª Festa do Boi, institucionalmente, fica como legado a criação da Câmara Técnica da Cajucultura, TECCAJU, um instrumento para valorizar a cadeia produtiva do caju, garantindo a sustentabilidade e corrigindo distorções.

Mr. Odebrecht

O Diretor da Construtora Odebrecht na Venezuela, Euzenando Azevedo, que faz sucesso lá, num vídeo dizendo ter pago US$ 35 milhões ao presidente Nicolás Maduro, morou em Natal nos anos ´90. Comandou a obra do Porto executada pela empresa.

Milagre na Arena

Depois de onze jogos, o ABC venceu o seu último jogo no sábado, e com gol de um jogador – Dalberto - que se encontrava na cidade de Bento Fernandes. Alguma dúvida de que se pode computar, como um milagre dos Santos Mártires?

Dois emissários

A Caern publicou na imprensa nacional edital de concorrência para a contratação de empresa para elaboração de projeto de dois emissários de esgotos para as estações de tratamento de Jaguaribe (Zona Norte) e Jundiai/Guarapes (Zona Sul), dia 16 de novembro.

Delícia de crise

No meio de um ambiente de crise, na Festa do Boi surgiram exemplos positivos contra essa tendência. No Leilão das raças GIR e Girolande, um criador alagoano arrematou por R$ 30 mil reais, uma vaca do plantel de Cipriano Correia Jr.

Patrulha do Portal

Formado por elementos da Polícia Militar um grupo de inteligência que tem adotado tática de guerrilha para fustigar o Governo Robinson. No fim de semana foram vários posts nas redes sociais com diárias pagas a servidores do Governo que viajaram a Roma. Com números do Portal da Transparência.

ZUM ZUM ZUM

  • Hoje é o aniversário do ministro Emanoel Pereira, do Tribunal Superior do Trabalho. Setentinha.
  • Clauder Arcanjo, Dulce Cavalcanti e Kalliane Amorim lançam o volume II de “Café & Poesia”.
  • O prefeito em exercício, Álvaro Dias, vai a Brasília, hoje, para se reunir com a bancada sobre as emendas coletivas ao Orçamento da União.
  • Menos de 900 torcedores assistiram, sábado, ao jogo ABC X Boa, na Arena das Dunas.
  • Hoje é o Dia da Apicultura.
  • Convocado o15º Congresso Estadual de Professores. Começa a 30 de Novembro. - Na Lagoa de Bonfim.
  • A aniversariante do dia é a Unimed/Natal. Quarenta anos.
  • Hoje completa 90 anos da criação da Comarca de Lajes.
  • Instituído em Natal o Dia da Bike no Trabalho, a ser comemorado a 9 de Maio.