Carlos Roberto Ferreira, diretor de operações da GS Inima Brasil / Divulgação

Estação de tratamento de esgoto produz energia renovável para operação

Carlos Roberto Ferreira, diretor de Operações da GS Inima Brasil, apresentou o sistema de captação de energia solar que será inaugurado na Sesamm, em julho

Carlos Roberto Ferreira, diretor de Operações da GS Inima Brasil, apresentou o sistema de captação de energia solar que será inaugurado na Sesamm, em julho

No painel sobre Energias Alternativas na Área do Saneamento, do Congresso da ABES, que aconteceu em Natal (RN), o engenheiro e diretor de Operações da GS Inima Brasil, Carlos Roberto Ferreira, apresentou a usina de energia solar instalada pela Sesamm – Serviços de Saneamento de Mogi Mirim para gerar energia que vai complementar o consumo da Estação de Tratamento de Esgoto do município paulista. A Sesamm é a primeira empresa brasileira de saneamento a investir na geração de energia renovável para uso na operação de uma ETE.

O sistema de captação de energia do sol por meio de placas fotovoltaicas será inaugurado em julho, quando começará a gerar 606 MWh por ano, garantindo 35% da energia elétrica necessária para o tratamento de esgoto da estação. A instalação da usina de energia renovável na ETE de Mogi Mirim, que trata 150 litros de efluentes domésticos por segundo, faz parte do plano de melhoria da eficiência e da sustentabilidade dos sistemas operados pela GS Inima Brasil.

“O futuro de setor é agora e está nas fontes alternativas de energia”, disse Carlos Roberto Ferreira à platéia formada por profissionais do setor de saneamento, reunidos na capital do Rio Grande do Norte.

Sobre a GS Inima Brasil

Controlada pela GS Inima Environment, empresa espanhola especializada na gestão integrada da água, que faz parte do Grupo GS, o quinto maior conglomerado empresarial da Coréia do Sul, a GS Inima Brasil atua desde 1995 e comanda hoje oito operações de serviços de saneamento básico em municípios do Estado de São Paulo e Alagoas.