Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Semáforo ao lado da Universal
 Semáforo ao lado da Universal começa a funcionar e gera caos no trânsito natalense / Foto | Divulgação/STTU

Natal sofre com o funcionamento de novo semáforo na Salgado Filho

O aparelho começou a funcionar nesta quarta-feira (11) e trouxe consigo um congestionamento maior que o comum; STTU diz que a lentidão é normal para o horário

Há alguns dias a Prefeitura do Natal anunciou a colocação de um novo semáforo na avenida Salgado Filho, mais precisamente ao lado da Igreja Universal. A justificativa dada para a implantação do aparelho, é a de atender as necessidades dos pedestres, que não tem como atravessar a avenida naquela altura, visto que a passarela que existe está em péssimas condições estruturais e oferecendo riscos aos transeuntes, e já se encontra desativada, devendo ser retirada em breve.

Apesar da aparente boa intenção de agir em favor do pedestre, a ação tem causado muitos transtornos no trânsito da cidade. Desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (11), congestionamentos cada vez maiores atrasam a vida do natalense, que já não anda muito em dia neste quesito, principalmente em horário de pico.

Nas redes sociais, podemos ver constantemente registros de motoristas presos no engarrafamento e indignados com a situação.

EngarrafamentoDe dentro de seus carros e em meio ao engarrafamento, motoristas registram o caos formado

A preocupação do poder público municipal com os pedestres poderia ser demonstrada de um modo mais eficiente e lógico, que seria a manutenção e readequação da passarela que já existe no local e há muito sofre com a degradação natural. É justo e correto olhar em favor dos pedestres, mas é preciso atenção para não prejudicar outra parte da população que precisa, diariamente, passar pelo local.

A Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal, através de sua conta oficial no Twitter, anunciou o funcionamento do aparelho e justificou lentidão do trânsito no local dizendo que está em “índices normais para o dia e para o horário”.