Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Condomínios
 Condomínios fechados têm se tornado opção mais segura para veranistas / Foto | Divulgação

Segurança é a exigência dos que desejam curtir um bom verão

Com o passar dos anos o medo tem tomado conta dos potiguares e veranear não tem sido mais uma opção tão unânime como já foi noutros tempos

Veranear no litoral potiguar era sinônimo de curtir sol, mar e uma rede na varanda nas casas de praia. Mas, com a insegurança crescente há alguns anos, o cenário está bem diferente. Por isso, para aproveitar a estação mais movimentada do ano ao lado de familiares e amigos é preciso, antes de tudo, investir em segurança. Com o alto custo de contratação do serviço por meio de um sistema privado, os potiguares estão optando por casas e apartamentos em condomínios fechados, que oferecem, além de segurança 24 horas por dia, infraestrutura para muito lazer e diversão.

Segundo o empresário do segmento imobiliário, Fabiano Ramalho, veranear é uma tradição das famílias potiguares, mas nos últimos anos o medo tem afastado as pessoas das casas no litoral. “Nas praias, quase não vemos delegacias e policiamento. Por isso, a casa de praia na rua deixou de ser um bom negócio”, comenta Fabiano Ramalho.

Diante desse novo cenário, a procura por condomínios fechados tem se tornado a alternativa mais desejada por quem procura investir nas praias potiguares. “Muitas pessoas estão deixando suas casas na rua e optando por apartamentos e casas em condomínios fechados. Agora, a maior parte dos prédios tem eclusas na entrada e isso não se via antigamente. É uma mudança radical, mas bastante positiva”, sinaliza Caio Fernandes, atuante no mercado imobiliário há 26 anos.

Um exemplo dessa nova realidade é o condomínio de alto padrão Pirangi Villas, em Pirangi do Norte. “O condomínio conta com portaria blindada 24 horas, sistema de circuito fechado, eclusas de segurança e controle de acesso. Assim, a tranquilidade que as famílias precisam para desfrutar da infraestrutura de lazer é garantida. Todo o sistema de segurança também funciona durante os períodos de baixa estação, dando liberdade para as pessoas aproveitarem o litoral ao longo do ano”, explicou o empresário Caio Fernandes.

Dentre os que optaram por investir em um condomínio fechado está o aposentado Judas Tadeu, 68 anos, que sempre gostou de veranear. “Há 20 anos moro em condomínio fechado e, até o momento, tem sido uma escolha muito acertada. No litoral, escolhi o Pirangi Villas. Nele, tenho a certeza que posso veranear sossegado”, comentou. Segundo o aposentado, a insegurança foi o principal ponto que o levou a apostar no empreendimento.

A infraestrutura oferecida também foi um dos destaques para Judas Tadeu, que está na praia há mais de um mês veraneando. “Aqui encontrei o lazer que procurava para toda família. Além disso, não aproveitamos somente no período de veraneio, costumamos passar vários finais de semana ao longo do ano no condomínio. Os espaços contribuem para que possamos ter jardins, cultivemos plantas ou hortas. Além disso, também podemos criar nossos animais à vontade”, comenta o aposentado. O condomínio também oferece uma maior área de convívio e lazer, como quadras, academias, pistas de caminhada e corrida, salões para eventos e festas.

A proximidade com Natal é outro diferencial. Para Judas Tadeu, a locomoção rápida para a capital contribuiu na escolha. “Levo apenas 15 minutos do condomínio para minha casa, em Natal, isso no período de veraneio, onde o fluxo é bem maior na praia. Durante o ano, o trânsito fica bem mais calmo e posso aproveitar com mais frequência todos os benefícios que o condomínio me oferece”, aponta.