Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Ministério Público quer saber qual relação entre a Sesap e o Hospital Coronel Pedro Germano
 Ministério Público quer saber qual relação entre a Sesap e o Hospital Coronel Pedro Germano / Redação

MP apura se falha na assistência médica a PMs aumenta a insegurança

A deficiência no policiamento ostensivo, entre outros motivos como o déficit do efetivo, pode ser decorrente do “elevado número de policiais e bombeiros militares afastados de suas funções para tratamento de saúde, bem como do retardamento do restabelecimento, em razão da insuficiência da assistência médico-hospitalar a que têm direito os militares estaduais, problema que é agravado pelo desvio de finalidade dos órgãos de apoio da Diretoria de Saúde da Polícia Militar para o atendimento ao público não integrante das forças de segurança do Estado do Rio Grande do Norte”.

Diante dessa problemática, o Ministério Público Estadual instaurou inquérito civil para investigar o caso.

Um dos pontos questionados pelo MP é: qual a ingerência da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) em assuntos relacionados à gestão dos órgãos de apoio à saúde vinculados à Diretoria de Saúde da PMRN (notadamente o Hospital Central Cel. Pedro Germano) e qual o ato do Governador do Estado que autorizou a interferência de um órgão civil (diverso da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social), em assunto tipicamente de administração militar (gestão de equipamento militar).