Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Nélter Queiroz
 Deputado Nélter Queiroz, propositor do debate / Foto | Asscom ALRN

ALRN discutirá uso de espaços públicos para triathlon em Natal

Proposto pelo deputado Nélter Queiroz, o debate deve acontecer amanhã (13) às 14h30

A Assembleia Legislativa ampliará o debate que realiza sobre o zoneamento do espaços públicos para fins sociais com audiência pública par discutir a prática de triathlon em Natal. A propositura é do deputado estadual Nelter Queiroz (MDB).

“Estas discussões são de grande relevância para os atletas de Natal. Atualmente, nossa capital carece de espaços públicos que propiciem segurança e infraestrutura adequada para a prática esportiva de forma integrada das modalidades natação, atletismo e ciclismo, que compõem o triathlon. É importante que o poder público municipal e estadual viabilizem espaços adequados para estes atletas”, destacou Queiroz.

Órgãos como o Ministério do Turismo e a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) vêm frequentemente estimulando a combinação de esporte mais turismo para gerar impactos financeiros positivos. No Rio de Janeiro, por exemplo, a maratona que é realizada na cidade costuma movimenta R$ 200 milhões.

Apesar do Rio Grande do Norte ainda não dispor de eventos de grande magnitude, o Estado vem investindo nas atividades, especialmente na capital, que já tem, por exemplo, calendário esportivo para as ruas da cidade, como maratonas.

Para ampliar as possibilidades, a Assembleia Legislativa propõe que outros agentes do setor esportivo possam manifestar seus interesses e expor as possiblidades ainda não exploradas. O triathlon, que envolve três atividades – ciclismo, natação e atletismo – é uma dessas possibilidades.

Para o debate, foram convidados representantes de produções de eventos esportivas da capital potiguar, de representantes das federações norte-riograndenses de triathlon, ciclismo e atletismo; além de representações da Prefeitura Municipal e Polícia Rodoviária Federal. Representações do Governo do Estado e do Ministério Público também são aguardadas.