Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Lilico Bezerra
 Lilico Bezerra / Foto | Reprodução/Rede News 360

Suplente de vereador pede mandato de Ney Lopes Júnior na Justiça

Lilico Bezerra alega que parlamentar se desfiliou do PSD sem justa causa; pedido pode beneficiar segundo suplente

O suplente Lilico Bezerra entrou na Justiça Eleitoral para pedir o mandato do vereador Ney Lopes Júnior por desfiliação sem autorização judicial.

No dia 29 de julho, o vereador Ney Júnior pediu a desfiliação do partido alegando falta de prestígio dentro da legenda, porém, sem autorização da Justiça e do PSD, se desvinculou.

Como pela legislação o mandato também pertence ao partido, Lilico, que é primeiro suplente da coligação formada por PTB, PSL e PSD nas eleições de 2016, pediu a vaga com base na suposta falta de justificativa, enquadrando Ney Júnior na infidelidade partidária.

Em novembro do ano passado, Lilico também deixou o PSD. Só que com autorização da lengeda, presidida pelo ex-governador Robinson Faria. Contudo, a decisão também abre brecha para que o segundo suplente Rochinha, também do PSD, peça a vaga, alegando que ela pertence ao partido.

Ney Lopes Júnior foi eleito vereador pela coligação com 3.197 votos. Lilico é o primeiro suplente com 3.155 votos. Já Rochinha é o segundo suplente com 2.245 votos.

A petição foi protocolada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o número 0600168-25.2019.6.20.0000 e segue sem data para julgamento.